Notícia

Ampliar fonte

Sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

Defesa do serviço público é uma das pautas para 2020

A ADUFRGS-Sindical participou da primeira reunião ordinária do Mosap (Movimento Nacional dos servidores públicos aposentados e pensionistas), na quarta-feira, 12. Os professores aposentados Lúcio Hagemann (Psicologia/UFRGS) e Vanderlei Carraro (Enfermagem/UFRGS) representarem o sindicato e o PROIFES-Federação neste primeiro encontro do ano em Brasília.

Na pauta de 2020, a defesa do serviço público é uma das prioridades “em função das péssimas perspectivas que o governo federal apresenta para a categoria”, declarou Vanderlei. As últimas declarações do ministro da Economia chamando servidores de “parasitas” e a possibilidade de uma Reforma Administrativa que reduza salários está no horizonte do movimento que segundo Vanderlei “está atento ao presente dos ativos também para garantir aposentadoria digna para a categoria”. Por isso, o Mosap está acompanhando a tramitação das PECs 186, 187 e 188.
As demandas dos aposentados são acompanhadas de perto pela ADUFRGS, que tem o diretor de Assuntos de Aposentadoria e Previdência, José Vicente Tavares dos Santos, responsável por acompanhar o tema. 

Além disso, aponta Vanderlei, a defesa da educação pública também foi incorporada às lutas do Mosap. “Como parte da atual diretoria executiva, com mandato até 2022, ADUFRGS e PROIFES estão conseguindo, inclusive, incorporar nas lutas a pauta da educação superior, tão atacada por este governo”. 

Uma das decisões do Mosap é realizar em maio deste ano um encontro nacional em Brasília justamente para mobilizar os aposentados e pensionistas para as lutas de 2020. Um dos temas do evento será a estratégia adotada pelo Mosap para retomar o debate da PEC 555 que acaba com a cobrança de contribuição previdenciária sobre os proventos dos servidores públicos aposentados (Contribuição de Inativos). A defesa do Fundeb também está na pauta do encontro, marcado para ocorrer no dia 6 de maio no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados em Brasília.