Notícia

Ampliar fonte

Quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

Conselho diz que instituições vão manter progressões, promoções e benefícios obrigatórios

O Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) divulgou nesta quinta-feira 20, uma nota oficial sobre os efeitos do Oficio Circular nº 8, publicado pelo Ministério da Educação (MEC) que trata do Orçamento de Pessoal para 2020.

O Conselho se reuniu em Brasília na terça-feira, 18, para a posse da nova diretoria com presença do presidente da ADUFRGS, Lúcio Vieira, e nesta quinta, 20, para debater especificamente os efeitos do Oficio do MEC.

Em um dos trechos da nota, o Conif diz que as instituições que compõem a Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica vão manter os atos de progressões e promoções funcionais e benefícios obrigatórios. 

Leia a íntegra da nota.

A ADUFRGS está acompanhando os desdobramentos deste ofício em cada instituição da base (UFRGS, UFCSPA, IFRS e IFSul). Na segunda-feira, 17, o sindicato conversou com o reitor do IFRS, Júlio Xandro Heck, justamente sobre ações conjuntas em defesa das instituições, da educação e da ciência.

Confira como foi a reunião com reitor.