Notícia

Ampliar fonte

Quinta-feira, 10 de setembro de 2020

Mais de 70 cestas básicas de alimentos foram doadas para famílias em situação de vulnerabilidade social.

Desde o início da pandemia, o movimento sindical vem buscando garantir alimentação para famílias desassistidas que perderam suas fontes de renda devido à crise econômica e sanitária. A ADUFRGS-Sindical, em parceria com a Central Única dos Trabalhadores e diversos sindicatos, reafirma a importância da solidariedade nesse momento.

Na sexta-feira, 4, mais de 70 cestas básicas de alimentos orgânicos, produzidos pela Agricultura Familiar, foram doadas para a população carente dos bairros Humaitá, Restinga, Sarandi, Cruzeiro, Partenon, Glória, Lomba do Pinheiro e Bom Jesus, em Porto Alegre. Os alimentos foram trazidos pela Cooperativa Mista de Agricultores Familiares de Itati, Terra de Areia e Três Forquilhas (Coomafitt).

“Temos de ser solidários com os trabalhadores mais vulneráveis e que perderam suas fontes de renda durante a pandemia, mas também temos de conscientizar a população sobre os absurdos do tarifaço que o governador quer empurrar para cima da população. Essa chamada reforma tributária é ruim para todos. Para quem produz, vende e consome”, avaliou o presidente da CUT-RS, Amarildo Cenci.