Notícia

Ampliar fonte

Quarta-feira, 10 de fevereiro de 2021

As principais bandeiras serão pela vida das mulheres, vacinação já, retomada do auxílio emergencial e fora Bolsonaro.

Em reunião realizada na tarde desta quarta-feira, 10, a Central Única dos Trabalhadores do RS reuniu o Coletivo Estadual de Mulheres para organizar as atividades do Dia Internacional da Mulher, 8 de Março.

Cerca de 40 mulheres dirigentes sindicais discutiram sobre a necessidade de fazer atividades que evitem aglomerações por conta da gravidade do momento em que se vive em função da pandemia do coronavírus.

Após inúmeras manifestações das representantes dos sindicatos do RS, ficou definido que a CUT realizará uma live estadual, no dia 8, que abordará os seguintes temas: vida das mulheres, vacinação já, retomada do auxílio emergencial e fora Bolsonaro. Os desdobramentos das atividades em entidades cutistas também devem contemplar alguns eixos, como a saúde mental das professoras e dos professores, aborto legal e reforma administrativa.

A diretora de Comunicação da ADUFRGS, Sônia Mara Ogiba, representou a entidade na reunião da CUT, e chamou atenção para a gravidade desse momento por conta do alto índice de contaminação da Covid-19. “Ao definirmos as atividades para esse Dia Internacional da Mulher, precisamos de cuidados redobrados e termos consciência de que o atual momento da pandemia do coronavírus é de extrema excepcionalidade.”

Sônia mencionou que o sindicato irá realizar um ato político, online, com homenagem simbólica às mulheres de todas as categorias que estão na linha de frente do combate à Covid-19. Além disso, outras atividades de natureza político-culturais estão sendo programadas para a semana do dia 8.